quarta-feira, 10 de junho de 2009

Frio

Ah, eu me lembro muito bem que há cerca de sete anos atrás eu gostava muito do frio. Acordava de manhã em meio as cobertas e sentia no rosto aquela sensação de agulhas penetrando na pele, me sentia bem. Andava pelas ruas com minha jaqueta preferida, uma coisa já meio velha e surrada, mas que me caia muito bem. Mãos nos bolsos e um cigarro na boca, o vento levantava meus cabelos. Nessa época eu era menos sabido das coisas, mas era mais feliz. Eu tinha então 17 anos.
Hoje o frio me trás dor. Minhas mãos não esquentam e de noite sinto frio. Não que seja mais sabido hoje em dia, mas me sinto mais infeliz.

3 comentários:

MargueRita disse...

Gostei do texto.

Mas, acrescentaria um vinho ali no fim!

hehhehheehehe

Bjooos

Rosa Clara disse...

Oi Mateus!
Fico feliz que tenha gostado do meu blog.
Obrigada.
Vc é amigo de Ana Karenina?
Bem, eu sou nordestina, não gosto de frio, nem um pouquinho =)

..
*

Mateus Henrique Zanelatti disse...

É Rita, vinho e frio combinam muito, mas vinho é muito doce para mim, gosto de coisas amargas.

Oi Rosa! Obrigado por me vizitar. Sou amigo de blog dela.
Nossa, nordeste! Que legal, acho que vou para aí quando me formar, para fugir do frio...

BEIJOS