quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Nikola Tesla e o vegetarianismo

Em entrevista para o "Century Illustrated Magazine", publicada em Junho de 1900 sob o título "The Problem of Increasing Human Energy", Nikola Tesla declarou ter se tornado vegetariano por:

• considerar errado consumir carne animal, criada a um custo mais alto que o necessário para o cultivo de vegetais, quando grande parte da população passa fome;
• considerar os alimentos de origem vegetal "superiores à carne tanto quanto a performance mecânica quanto à mental";
• perceber o abate dos animais como uma crueldade.

5 comentários:

sblogonoff café disse...

Olá garoto das tiras.
De repente entrei aqui no seu Perigoso Feijão. Que não haja gigantes esmagadores por hoje.
De esmagadores, basta nós, o Incrível Hulk e a Cerne Moída.
Já tentei parar de comer carne uma vez, não por essas razões. Mas ficou provado numa pesquisa mostrada no Fantástico que é mais barato comprar carne do que verduras. Paradoxal, né?!
E no reino verde, ainda tem gente que come só comida viva. Tem gente que só come o que a terra dá. Tem gente que só come o que cai no chão. Se tiver um vendaval e as vacas voarem, só aí eles comerão carnes vermelhas!
E tem gente que vive de luz e morre de anorexia.
Viver, comer...
Sopro de Eves!
Vou ler suas tiras aqui.

Lorita disse...

Esta pesquisa do Fantástico desconheço e consigo provar que aderir ao vegetarianismo é mais barato, fora as consequências para a saúde, que defendo com unhas e dentes.

Mas, como qualquer outra opção, existem partidários ou não.
Argumentos para todos os lados.
Engraçado que em comunidades de vegans e afins quem fica puto da cara são os carnívoros.

Nunca tentei "apadrinhar" carnívoros pro vegetarianimo, mas o contrário, sempre acontece.

Um grande dane-se!

Cada um come o que achar o certo e que tenha o ônus de sua consciência.

Estou bem e não pretendo mudar!

:)


Bjos!

Fabiana Farias disse...

Sou carnívora. Misto de preguiça e relapso com minha saúde. Mas acredito que uma alimentação saudável seja essa, livre de excessos de sangue. Um dia tomo uma atitude rsrsrsrs

Sunflower disse...

Tentei ser vegetariana, até fui por dois anos. Aí, eu comeci a me cortar e não parar de sangrar nunca. Me alimentava de vegetais tudo certinho, mas o problema é que o meu metabolismo resolveu não retirar o ferro de que preciso de nada de origem vegetal.

Duas vezes por semana sou obrigada a comer carne vermelha, e é só quando como.


beijas

Ora Bolhas disse...

Sou vegetariano sem compromisso.
Nunca curti muito o gosto, só que se ela estiver por ali vou lá e como.

Quanto ao Nicola, até entendo esse lado dele, era uma figura amedrontada.
Provavelmente ao olhar os animais sendo tratados daquela forma, além de ter achado nojento, deve ter se colocado na pele deles e imaginar como tinham uma vida triste...

Ah sim, estou de volta.. depois de anos envolvido só com História, Filosofia e mais tarde mulheres, finalmente posso voltar a escrever.

abraço.