sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O clube dos canalhas

- Até que você não é feio. – Disse ela me tocando mais embaixo.
- Ahahahaha, sério? – “Cacete, como eu fui me meter nessa de novo?”
Ah, eu e minha porcaria de falta de senso de amor próprio, esses desgraçados dos meus amigos sempre me convencem de vir para essas merdas de lugares.
O alto-falante dá alguns chiados e eu ouço uma voz do tipo de locutor de rodeio, ela anuncia que alguma puta vai fazer um show no palco. A doida que está do meu lado me diz que conhece a garota e que dança bem. Diz também para eu pagar para ela fazer um show particular, só para mim, vadia.
- Meu, você acabou de chegar e já vem me pedindo isso? Vai ter que me excitar antes disso, vaca escrota. – “É, eu sei falar com as mulheres”.
- Vai se foder, seu porco veado. Você e esses outros só vieram aqui para zoar, né? – Ela pega seu drinque e vai embora para outra mesa.
Meus amigos me olham com reprovação, as garotas que estão com eles dão uma desculpa e vão embora também. Já sei que nossa noite acabou por aí, mais nenhuma garota vai sentar na nossa mesa, foda-se elas.
- Cara, porque toda a vez você faz isso? – Disse um dos meus amigos.
- Ah, se foda, não sei porque vim aqui nessa merda, já estou bêbado e de saco cheio. A culpa é sua por ter me arrastado até aqui! – Disse isso e fui buscar mais uma cerveja, era a ultima da minha cota.
Aproveitei e fui sentar no balcão, abri minha cerveja e dei uns goles, já estava descendo amarga. Uma música começou a tocar mais alto e o palco se iluminou, o show da vadia ia começar.
Entrou no palco uma morena, era meio feia e não tinha peitos grandes, mas tinha um rabo gostoso e rebolava bastante. Ela aparentava ter uns 40 anos, seu stripe foi de profissional, ela tinha experiência. Mas não fiquei comovido, não tive vontade de comê-la. Depois de tirar toda a roupa, a música acabou e ela se foi sem deixar saudade.
Chamei meus amigos chapados para ir embora, eles concordaram e caímos fora dali, prometendo, como sempre, nunca mais voltar nessa merda.

6 comentários:

Marguerita disse...

- Meu, você acabou de chegar e já vem me pedindo isso? Vai ter que me excitar antes disso, vaca escrota. – “É, eu sei falar com as mulheres”.




Totalmente canalha, mas gostei da história!


;)

Marguerita disse...

Uahuahuahauhauha!


Sei!

^^

Jéssica Nega disse...

extasiada ahahahaah

ei, os seus dois últimos textos são o que estão no auge hoje de vendas... por que você não tenta pegar um deles (ou os dois) e dar sequencia pra um livro? :)

beijinhos
ps: to em tratamento da ler.. to meio ausente do pc

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Ei, você está me devendo uns e-mails!

isabella ferraro disse...

gostei desse, muito bom! ^_^

THAÍS OLIVARES disse...

Legal este conto! Vc é bom nisso sabia?
Bjs